Loading...

BEM-VINDA A CASA

Lucia Berlin  

0


Excerto

Prefácio

Já vivi em tantos lugares que chega a ser absurdo… e, como mudei de casa tantas vezes, a noção de lugar é muito, muito importante para mim. Ando sempre à procura… à procura de casa.

LUCIA BERLIN, entrevista (2003)

O primeiro escritor que vi em acção foi a minha mãe, Lucia Berlin. As minhas memórias mais antigas são do meu irmão Mark e eu a andarmos de triciclo no nosso loft em Greenwich Village, enquanto a mãe martelava as teclas da sua máquina de escrever Olympia. Pensávamos que ela estava a escrever cartas; ela escrevia montes de cartas. Nas nossas longas caminhadas pela cidade, quase todos os dias parávamos num marco do correio e ela deixava-nos inserir os envelopes na ranhura. Adorávamos vê-los desaparecer e ouvi-los cair. Sempre que recebia uma carta, ela lia-nos o texto, muitas vezes criando toda uma história com base no que recebera nesse dia.

Seja o primeiro a receber histórias como esta